26o4


















Hoje é o dia dele


A lembrança dói e lateja


Ainda quente de tão recente


Não sei como foi


Só sei que se foi


Das memórias só me restaram lágrimas


Que não são somente de saudade


Hoje


No dia dele


Eu só permiti uma


Talvez duas


Grace Borges. Rio-grandina de presença e alma. Devoradora de palavras, arrisca alguns poemas quando lhe dói, uns contos quando com raiva e crônicas quando a cabeça está cheia. Formada em História Bacharelado e Licenciatura, promete que não é doida. Professora de escola pública. Possui praticamente uma única rede social, o Instagram, onde publica algumas fotos, suas leituras e seus textos desde 2016.

6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo